Início Notícias Transferiu 51 dólares para a Ucrânia e agora arrisca 20 anos de prisão

Transferiu 51 dólares para a Ucrânia e agora arrisca 20 anos de prisão

Ksenia Khava tem também nacionalidade norte-americana e foi detida esta semana na Rússia.

A Rússia revelou esta semana a detenção de uma cidadã com dupla nacionalidade, russa e norte-americana, sob a acusação de traição, nomeadamente após conseguir fundos para organizações ucranianas.

Uma ONG russa confirmou, de facto, que Ksenia Khavana, a mulher em causa, está a ser acusada de transferir 51 dólares para uma instituição de caridade ucraniana. Essa transferência terá sido realizada a 24 de fevereiro de 2022, no diz em que a Rússia invadiu a Ucrânia.

Os Estados Unidos já estarão a investigar o caso.

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!