Início Lusofonia Entra em armazém e deita fora 2,5 milhões de euros em vinho

Entra em armazém e deita fora 2,5 milhões de euros em vinho

O episódio resultou em prejuízos de 2,5 milhões de euros, anunciou o presidente da marca, José Moro, citado pela Europa Press. Os tanques de aço que foram abertos continham vinhos "Malabrigo" e "Horcajo", que representaram 15% das vendas de vinho tinto da empresa no ano passado. O terceiro depósito derramado era de um dos produtos referência, o vinho "Cepa 21".

De acordo com Moro, o incidente ocorreu por volta das 3.30 horas, conforme revelam as câmaras de vigilância. Em menos de um minuto, o homem abriu cinco tanques, sendo que três estavam cheios.

O vinho “Horcajo”, detalhou o responsável, “perdeu-se por completo”, sendo que a marca espanhola ficou ainda sem um terço do stock de vinho “Malabrigo”.

José Moro reparou que o encapuzado se deslocava com “muita fluidez”, sugerindo que pudesse conhecer bem o armazém. A Guarda Civil está a investigar o caso.

Leia mais em Jornal de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!