Início Macau Hac Sá é considerada a melhor zona para futura ilha ecológica

Hac Sá é considerada a melhor zona para futura ilha ecológica

O Governo planeia construir uma ilha ecológica destinada para a deposição de resíduos a aproximadamente um quilómetro da praia de Hac Sá, em Coloane. No entanto, alguns grupos ambientais opõem-se à localização, levantando preocupações sobre o impacto nos golfinhos-brancos chineses existentes nas águas circundantes. A Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental (DSPA) e a Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água (DSAMA) indicaram conjuntamente que o Governo encarregou um instituto de pesquisa científica de realizar um estudo preliminar sobre a localização da ilha. Após a avaliação de várias opções, o local atual foi considerado o mais viável.

Segundo a DSPA e a DSAMA, o Governo tem consistentemente priorizado a proteção do ecossistema marinho e do ambiente. Considerando vários fatores, como as características naturais de Macau, localização geográfica, qualidade da água e a utilização atual das áreas marítimas, e reconhecendo que as águas de Macau servem como uma área de navegação crucial na foz do Rio das Pérolas, o Governo designou uma zona protegida nas águas a oeste de Cotai e a sul de Coloane.

Dada a utilização atual das águas territoriais de Macau e as limitações geográficas impostas pela localização da cidade no Estuário do Rio das Pérolas ocidental, a seleção de local para a ilha está sujeita a inúmeras limitações.

Para garantir a utilização científica da área marítima designada para a ilha e avaliar o impacto ambiental da construção, a DSPA contratou uma empresa de consultoria para preparar um relatório para o uso apropriado das áreas marítimas territoriais e outro para a avaliação do impacto ambiental. Estes relatórios têm de observar as ‘Orientações Técnicas para Demonstração do Uso de Áreas Marítimas’ da China, o ‘Catálogo de Gestão Categorizada para Avaliação de Impacto Ambiental de Projetos de Construção’ e as ‘Orientações Técnicas para Avaliação de Impacto Ambiental de Engenharia Marítima’, respetivamente. A análise está em curso e será formalmente submetida ao Governo Central para aprovação.

Artigo publicado no âmbito da parceria com o Macau Daily News

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!