Lucros da banca em Macau caem para menos de metade em 2023

Os bancos de Macau registaram lucros de 6,14 mil milhões de patacas em 2023, menos 53,5 por cento do que no ano anterior, de acordo com dados oficiais divulgados ontem.

por Nelson Moura
offshore dinheiro

Segundo dados da Autoridade Monetária de Macau (AMCM), a queda deveu-se a um desempenho negativo no último trimestre do ano passado, período em que a banca da região chinesa perdeu 4,09 mil milhões de patacas.

Nos primeiros nove meses de 2023, os bancos de Macau tinham acumulado lucros de 10,2 mil milhões de patacas, mais 10,2 por cento do que em igual período do ano anterior. A principal razão para a diminuição dos lucros foi uma queda de 11,4 por cento, para 19,5 mil milhões de patacas, na margem de juros, a diferença entre as receitas dos empréstimos e as despesas com depósitos.

Isto apesar da AMCM ter aprovado três aumentos da principal taxa de juro de referência em 2023, a última das quais uma subida de 0,25 pontos percentuais, introduzida em maio, seguindo a Reserva Federal norte-americana.

Os empréstimos ao setor privado em Macau, a principal fonte de receitas da banca a nível mundial, diminuíram 14,2 por cento em comparação com o final de 2022, fixando-se em 1,09 biliões de patacas. Também os depósitos junto dos bancos do território caíram 3,1 por cento durante o ano de 2023, para 1,22 biliões de patacas.

O Produto Interno Bruto (PIB) de Macau cresceu 116,1 por cento nos primeiros nove meses de 2023, em comparação com igual período de 2022, após quase dois anos consecutivos em queda, uma recuperação “impulsionada pelo desempenho” do turismo e do jogo.

Ainda assim, a Direção dos Serviços de Estatística e Censos sublinhou em novembro que a economia da região administrativa especial chinesa ainda só representa 77,4 por cento dos níveis registados antes da pandemia de covid-19.

banco da china macau

A região administrativa especial de Macau tem dois bancos emissores de moeda: a sucursal local do banco estatal chinês Banco da China e o Banco Nacional Ultramarino (BNU), que pertence ao Grupo Caixa Geral de Depósitos.

O BNU anunciou em outubro lucros de 459,9 milhões de patacas nos primeiros nove meses de 2023, um aumento homólogo de 102 por cento, apesar de “incertezas no crescimento económico”.

Plataforma com Lusa

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!