Rússia está a alistar no Exército mil voluntários por dia

O porta-voz dos serviços de informações da Ucrânia (GUR) Vadim Skibitski disse hoje que mais de mil russos alistam-se todos os dias voluntariamente no Exército, atraídos por salários particularmente atrativos.

por Gonçalo Lopes

“Entre 1.000 e 1.100 pessoas juntam-se diariamente às fileiras das Forças Armadas da Federação Russa”, disse Skibitski à publicação ucraniana RBK.

O representante do GUR acrescentou que a situação representa cerca de 30 mil novos recrutas do Exército por mês.

Questionado sobre os motivos para o alistamento de novos soldados, Skibitsky apontou os salários de 220 mil a 250 mil rublos por mês (2.280 a 2.600 euros) que são pagos aos recrutas que assinam contratos com as Forças Armadas russas para combater na frente ucraniana.

Estes salários são particularmente atrativos, disse Sibitsky, nas regiões mais pobres da Rússia.

De acordo com os números de Kiev, a Rússia regista “mil baixas por dia” nos teatros de operações ucranianos.

As novos incorporações voluntárias servem para substituir as baixas sem necessidade de convocar uma nova vaga de mobilização, refere o porta-voz.

Moscovo não comentou a política de recrutamento referida por Kiev.

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!