Preço dos alimentos essenciais aumenta em 2024 e até os pobres ficam a perder

Subidas devido a custos de produção juntam-se ao fim do IVA Zero e dos apoios aos produtores. Supermercados prometem absorver impacto, mas os consumidores é que vão sentir mais.

por Gonçalo Lopes

Vários produtos alimentares de primeira necessidade vão sofrer três aumentos no início do próximo ano. Além de acabar o IVA Zero nas prateleiras e nos apoios do Estado aos produtores, há que contar com as novas tabelas de preços que já chegaram aos supermercados e não trazem boas notícias. A distribuição promete absorver uma parte do impacto, mas é o consumidor que vai sentir mais.

Leia mais em Jornal de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!