Estudo mostra que mulheres francesas já não usam saltos altos

O país que tornou icónico o salto alto feminino já não cria mercado.

por Gonçalo Lopes

Os sapatos de salto alto estão a perder popularidade entre as mulheres nas ruas de Paris. Um estudo de mercado mostrou que quase metade das mulheres francesas nem sequer sabe andar.

O país que tornou icónico o salto alto feminino, com o criador Roger Vivier a ser o padrinho do salto agulha, já não cria mercado e a indústria tem de se reinventar com calçados pesados e sola de borracha.

Segundo o The Economist, os criadores de moda atualmente aconselham as francesas a usar “les chunky boots”, um calçado pesado e preto. Estas sapatilhas, que outrora foram ridicularizadas no país como uma abominação norte-americana são agora uma constante nos cafés e escritórios de Paris.

Leia mais em TSF

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!