Brinquedos perigosos para crianças fazem soar quase 400 alertas em Portugal

Regulador aconselha a compra de produtos com o indicativo “CE”, uma vez que é a única garantia de que cumprem as regras europeias.

por Gonçalo Lopes

Desde o início do ano, a Direção-Geral do Consumidor (DGC) emitiu quase 400 alertas sobre brinquedos que apresentam risco grave para a saúde e segurança das crianças. A presença de químicos e o risco de engasgamento foram os principais perigos apontados. Esta entidade, sob tutela do Ministério da Economia, contabilizou ainda 60 reclamações relacionadas com estes produtos, a maioria correspondente a compras efetuadas online. E, na hora de comprar, aconselha a ter em conta a idade, o nível de destreza das crianças, bem como optar por produtos com indicativo “CE”. Nos últimos cinco anos, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu cerca de 14 mil brinquedos por incumprimento das regras de segurança.

Leia mais em Jornal de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!