Somente um presidente brasileiro teve indicação para ministro do STF rejeitada pelo Senado

Senadores recusaram cinco candidatos de Floriano Peixoto; rejeição não ocorre há 128 anos

por Gonçalo Lopes

Indicado por Lula (PT) para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), Flávio Dino (PSB) é sabatinado no Senado nesta quarta-feira (13).

O ministro da Justiça do petista e ex-governador maranhense, se dependesse somente do histórico do Senado, dificilmente teria sua indicação para a principal corte do país rejeitada pela Casa. Também consta a favor dele a recente indicação de Cristiano Zanin por Lula neste ano, por 58 votos a 18.

Há 128 anos que o Brasil não vê o Senado recusar uma indicação ao Supremo. O Marechal Floriano Peixoto (1891-1894) foi o único presidente que passou por essa situação. O seu governo teve cinco indicações ao STF recusadas pelos senadores, o que ocorreu na maioria por questões políticas ligadas ao relacionamento do mandatário com os outros Poderes.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!