Início Mundo Morre aos 100 Henry Kissinger, diplomata que moldou o século 20

Morre aos 100 Henry Kissinger, diplomata que moldou o século 20

Secretário de Estado americano e voz influente por décadas foi artífice de golpe no Chile e responsável pela aproximação entre EUA e China

Morreu nesta quarta-feira (29) aos 100 anos Henry Kissinger, um dos mais influentes nomes da diplomacia na segunda metade do século 20. A morte, em sua casa no estado americano de Connecticut, foi comunicada pela Kissinger Associates Inc, sua empresa de consultoria. A causa não foi divulgada.

Dois fatos banais ajudam a dimensionar como a inteligência e habilidade de Kissinger foram grandes: nascido em outro país e com forte sotaque estrangeiro que nunca superou, ele conseguiu ser o principal representante dos EUA, uma sociedade com forte tendência ao chauvinismo; judeu, tornou-se o mais poderoso integrante do governo de Richard Nixon, um antissemita.

Heinz Alfred Kissinger, seu nome original, foi capaz de vencer muitos obstáculos aparentemente intransponíveis para uma pessoa com sua história, quase sempre pela admiração que seu talento causava aos interlocutores.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!