Início Brasil Crise entre Venezuela e Guiana faz Brasil reforçar fronteira norte

Crise entre Venezuela e Guiana faz Brasil reforçar fronteira norte

O Brasil reforçou sua presença militar na região Norte do país devido à crise provocada pelo referendo acerca da anexação de um território equivalente a dois terços da Guiana, marcado pela Venezuela para o próximo domingo (3).

“O Ministério da Defesa tem acompanhado a situação. As ações de defesa têm sido intensificadas na região da fronteira ao Norte do país, promovendo maior presença militar”, afirmou a pasta chefiada por José Múcio, em nota.

Não há detalhes, contudo, acerca do que seriam essas ações. O que há é um trabalho para transformar o esquadrão do Exército de Boa Vista (150 homens) para um regimento (400 militares). Há também um pelotão de fronteira (30 soldados) que passará a esquadrão. Há também treinamento em curso dentro da Operação Ágata Norte, na Terra Indígena Yanomâmi.

Segundo a Folha ouviu de militares na região, não há nenhum alerta de grande mobilização decretado, o que leva a crer que o governo Lula (PT) busca dar um aviso aos dois governos. Mais cedo, Mucio havia prometido reforço na cidade fronteiriça de Pacaraima (RR) ao senador Hiran Gonçalves (PP), que é do estado.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!