China pede aos EUA que revoguem lei sobre comércio com Taiwan

A China pediu aos Estados Unidos que revoguem a chamada "Lei de Implementação do Primeiro Acordo da Iniciativa EUA-Taiwan sobre Comércio do Século XXI", disse um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China na quinta-feira.

por Nelson Moura

O porta-voz fez as observações em resposta a uma pergunta sobre a assinatura da lei pelos EUA.

“A China opõe-se fortemente à qualquer forma de interação oficial entre a região chinesa de Taiwan e os países, com relações diplomáticas com a China. Isso inclui negociar ou assinar qualquer acordo com implicações de soberania, ou de natureza oficial”, disse o porta-voz.

A ação dos EUA viola o princípio de Uma Só China e os três comunicados conjuntos China-EUA, contraria o seu próprio compromisso de manter apenas relações não oficiais com Taiwan e envia uma mensagem errada às forças separatistas que buscam a “independência de Taiwan”, disse o porta-voz.

O porta-voz disse que a China está inabalável na sua determinação de salvaguardar a sua soberania e integridade territorial, pedindo que os Estados Unidos mudem de rumo imediatamente, revoguem a chamada lei, parem de avançar nas negociações sobre a chamada Iniciativa e deixem de trilhar ainda mais longe no caminho errado.

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!