Início » Judite Sousa, CNN e TVI chegam a acordo após quase um ano da saída da jornalista

Judite Sousa, CNN e TVI chegam a acordo após quase um ano da saída da jornalista

Delas

A polémica em torno da saída de Judite Sousa da CNN e TVI, revelada com estrondo em agosto do ano passado, chega agora ao fim. As três partes envolvidas na questão – e que tanta troca de palavras teve no verão de 2022 – lamentaram “qualquer involuntário transtorno, incómodo ou inconveniente que possa ter surgido no decurso do relacionamento profissional que mantiveram”. Uma nota que foi lida, em comunicado, no pequeno ecrã.

Já esta manhã de terça-feira, 9 de maio, Judite Sousa escreveu sobre o entendimento nas suas redes sociais. “O comunicado da administração da TVI foi divulgado ontem no final do Jornal da CNN. A narrativa foi negociada durante meses pelos advogados das partes”, afirmou. E acrescentou: “Trata-se de um comunicado que se tornou para a minha pessoa um imperativo moral.”

Recorde-se que, em agosto do ano passado, a jornalista anunciou a saída da CNN Portugal em resposta a uma seguidora no Instagram. E se a revelação foi feita nessa ocasião, a verdade é que Judite já teria deixado o canal mês e meio antes. Na origem deste ‘bater com a porta’ estiveram, segundo texto da jornalista publicado nas redes sociais, quatro razões. Entre o contrato por assinar e as funções editoriais por cumprir, o motivo que mais terá precipitado a saída prendeu-se com a alegada falta de apoio financeiro e de segurança da repórter quando esteve como enviada especial na guerra da Ucrânia.

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!