Início Angola João Lourenço designa 43 individualidades para integrarem Conselho Económico e Social

João Lourenço designa 43 individualidades para integrarem Conselho Económico e Social

O Presidente angolano designou 43 individualidades, entre académicos, economistas, líderes associativos e empresários, para integrarem o Conselho Económico e Social para assegurar uma participação “mais ativa” na programação e de execução das tarefas do desenvolvimento nacional.

João Lourenço determina, em decreto, o sociólogo e académico angolano José Octávio Será Van-Dúnem como coordenador deste conselho e argumenta que “prioriza a auscultação social e a interação com a comunidade empresarial, com as cooperativas e com a comunidade económica e científica” e com outros setores.

Leia também: João Lourenço: “Não queremos ser meros exportadores”

Fazem parte do conselho vários empresários, economistas, o diretor geral da Ação para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), António Carlos Cambuta, o diplomata Ismael Abraão Gaspar Martins, ou o presidente da Associação Industrial de Angola, José Ludovino Severino Vasconcelos.

Entre outros, a lista inclui ainda a vice-reitora da Universidade Católica de Angola, Maria Helena Miguel, o presidente da Associação Angolana de Hotéis e Resorts de Angola, Ramiro Manuel Barreira, e o coordenador do Observatório Político e Social de Angola, Sérgio Zeferino de Assis Calundungo.

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!