Câmara diz que "não é exequível" fazer cumprir limites ao ruído na noite de Lisboa - Plataforma Media

Câmara diz que “não é exequível” fazer cumprir limites ao ruído na noite de Lisboa

Resposta a queixa da associação Aqui Mora Gente deixou o grupo de residentes incrédulo: “Perante esta resposta o que podem fazer os moradores? Mudar de casa? De cidade?”.

Residentes queixam-se do barulho constante, madrugada adentro, nas zonas do Cais do Sodré e São Paulo.
Residentes queixam-se do barulho constante, madrugada adentro, nas zonas do Cais do Sodré e São Paulo.

A Câmara Municipal de Lisboa diz que “não é exequível” fazer cumprir os limites de ruído nas zonas de diversão noturna da cidade e que a “intervenção em dinâmicas sociais estabelecidas” teria “custos políticos” que têm “de ser equacionados”.

Leia mais sobre o assunto: PSP. Mais esquadras em risco de fechar em agosto

Afirmações que constam da resposta dada pelo gabinete do vereador Ângelo Pereira a uma queixa da associação Aqui Mora Gente – Associação de Moradores da Cidade de Lisboa, que reúne residentes de zonas históricas da cidade como o Bairro Alto, Bica ou Cais do Sodré, e que escreveu à autarquia pedindo medidas contra o que diz ser uma situação incomportável para os moradores, privados do descanso devido ao barulho que se prolonga noite adentro.

A resposta deixa pouco espaço a qualquer intervenção: “A única solução efetiva seria uma redução generalizada de horários, algo que, temos de convir, iria afetar economicamente todo o tecido comercial”.

Leia mais em: Diário de Notícias
Assine nossa Newsletter