António Costa: "Qualquer fagulha desencadeia imediatamente um enorme incêndio" - Plataforma Media

António Costa: “Qualquer fagulha desencadeia imediatamente um enorme incêndio”

O país está preparado para combater incêndios, assegura António Costa, mas “os incêndios só têm de ser combatidos se ocorrerem” – prevenção é a chave e passa “pelas mãos” de todos.

António Costa

António Costa alerta que é preciso contar com a ajuda de todos face às “condições meteorológicas extremas que se vão viver ao longo dos próximos dias”.

Leia mais sobre o assunto: Risco de incêndios é o mais alto dos últimos 42 anos em Portugal

“Podemos contar com um sistema bem preparado do ponto de vista da resposta aos incêndios – com bombeiros voluntários, bombeiros profissionais, militares da GNR, sapadores florestais e todos os agentes de Proteção Civil, mas temos de contar acima de tudo com todos e cada um de nós.”

Os incêndios, lembra o primeiro-ministro, “não nascem de reação espontânea” – surgem sempre devido ação humana, de forma deliberada (pela mão de incendiários) ou não.

Leia também: Risco de incêndios leva governo a declarar situação de alerta

Em declarações aos jornalistas no decorrer de uma visita à Sala de Operações e Comando da Unidade de Emergência da Proteção e Socorro (UEPS) da GNR, em Coimbra, António Costa apela a “que todos tenham presente que, perante a gravidade da situação meteorológica que vamos viver a partir de amanhã e, previsivelmente ao longo de toda a semana até domingo, é fundamental todos terem o máximo cuidado”.

Leia mais em: TSF

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter