Empresa chinesa quer vender antiviral contra Covid-19 em Portugal

por Gonçalo Lopes

A farmacêutica chinesa Ascletis Pharma Inc. disse na terça-feira ter apresentado pedidos de comercialização em oito países europeus para o “ritonavir”, um medicamento antiviral usado no combate à COVID-19.

Num comunicado, a empresa com sede em Hangzhou e listada em Hong Kong, revelou que pretende vender o medicamento em Portugal, Espanha, Itália, Bélgica, Polónia, Suécia, Países Baixos e Dinamarca.

A Ascletis disse que já tinha anteriormente apresentado pedidos de comercialização do medicamento na Alemanha, França, Irlanda e Reino Unido, e que tem planos para fazer o mesmo em outras partes do mundo.

O “ritonavir” é um componente do Paxlovid, o medicamento antiviral da farmacêutica norte-americana Pfizer para tratar doentes com a COVID-19, sublinhou a Lusa.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, a Directora-Geral da Saúde de Portugal, Graça Freitas, disse a 25 de Fevereiro que Portugal pretende adquirir doses de Paxlovid para tratamento de pacientes com COVID-19.

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!