Início Sociedade Jornalista é morto durante manifestação no Haiti

Jornalista é morto durante manifestação no Haiti

AFP

Um jornalista foi assassinado esta quarta-feira em Porto Príncipe, durante uma manifestação de milhares de trabalhadores da indústria têxtil por aumento salarial

Um jornalista foi morto numa manifestação no Haiti. “Lamento a morte do jornalista Lazard Maximilien, que ocorreu durante as manifestações de trabalhadores nesta quarta-feira”, publicou o primeiro-ministro Ariel Henry no Twitter.

O fotojornalista haitiano, também conhecido como Maxihen Lazzare, trabalhava para o veículo eletrónico Rois des infos. Na rede social, o primeiro-ministro condenou a “violência que deixou feridos”.

Dois outros jornalistas foram feridos por tiros disparados por homens encapuzados, que circulavam em um carro sem placa, observou um jornalista da AFP.

Leia também: Jornalistas são assassinados por quadrilha no Haiti

Não está claro se o ataque aos jornalistas foi motivado por sua profissão. Antes do ataque, a polícia havia disparado granadas de gás lacrimogêneo contra manifestantes que atiravam pedras.

Em resposta à convocação de três dias de mobilização feita por sindicatos, que teve início ontem, milhares de pessoas ocuparam uma das principais artérias da capital haitiana, que foi bloqueada por barricadas de pneus em chamas.

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!