ONG denuncia maquiagem verde de grandes produtores de carne e laticínios

ONG denuncia maquiagem verde de grandes produtores de carne e laticínios

As emissões de gases de efeito estufa das gigantes europeias da indústria da carne e dos laticínios aumentam apesar da crise climática, denuncia hoje uma ONG em um relatório que critica a maquiagem verde de setores contaminantes

O relatório do Institute for Agriculture and Trade Policy (IATP) analisa 35 das maiores empresas do setor na União Europeia (UE), no Reino Unido e na Suíça, e examina os planos climáticos e as emissões de suas cadeias de abastecimento.

Em sua análise, estas empresas foram responsáveis em 2018 por 7% das emissões da UE e as emissões das 20 maiores superam as da Holanda.

O relatório se concentra particularmente em dez grandes empresas com metas climáticas mais ou menos definidas.

Os resultados indicam que em sete delas, as emissões absolutas aumentaram em dois anos.

No setor da carne, por exemplo, entre 2016 e 2018, as emissões da irlandesa ABP aumentaram 45% e as da alemã Tonnies cresceram 30%.

Nos laticínios, de 2015 a 2017, as francesas Danone e Lactalis tiveram um aumento de suas emissões de 15% e 30%, respectivamente.

“A pegada de carbono dos gigantes europeus do leite e da carne compete com a dos gigantes das energias fósseis e continuam atuando com total impunidade”, advertiu em um comunicado Shefali Sharma, diretora europeia da IATP.

Das 20 empresas analisadas, apenas quatro (Arla, Danone, FrieslandCampina e Nestlé) declaram as emissões totais de sua cadeia de abastecimento e apenas três (Nestlé, FrieslandCampina e ABP) anunciaram a intenção de reduzir suas emissões totais, segundo o texto.

Related posts
MundoPolítica

Europa recusar financiamento do gás a África é "moralmente indefensável"

MacauSociedade

Macau quer mais de 90% dos autocarros “com novas energias”

BrasilSociedade

Bolsonaro comemora redução das multas aplicadas ao agronegócio

Mundo

Extinção de animais dificulta adaptação de plantas ao aquecimento global

Assine nossa Newsletter