A vida dos três herdeiros de Michael Jackson - Plataforma Media

A vida dos três herdeiros de Michael Jackson

Michael Jackson morreu no verão de 2009, aos 50 anos, deixando órfãos Prince, Paris e Blanket (que mudou o nome para Bigi). Sem as máscaras que muitas vezes lhes tapavam os rostos nas aparições públicas ao lado do pai, os herdeiros cresceram e, doze anos depois, já adultos e sem filtros, demonstram ter personalidades muito diferentes. No entanto, nenhum deles menospreza o legado paterno. Dos três filhos, a rapariga é a mais rebelde.

Quase sempre na sombra, Bigi, 19 anos, chamou a atenção quando, no início deste mês, surgiu no programa de televisão “Good morning Britain”, para falar sobre as mudanças climáticas. “Temos muito trabalho a fazer. A minha geração sabe como isso tudo é importante”, sublinhou, prometendo fazer o melhor que souber para salvar o Planeta.

O filho mais velho, Prince, 24 anos, é licenciado em Administração de Empresas. O rapaz escolheu ficar atrás dos palcos e, em 2016, fundou a empresa King”s Song Productions, especializada na produção de vídeos musicais. Dedicou-se também à Heal Los Angeles Foundation, a instituição de caridade criada em 1992 pelo pai. Promovendo várias iniciativas, continua a garantir medicamentos a crianças desfavorecidas e a combater o abuso infantil, assim como a fome, o consumo de drogas e álcool.

No YouTube, Prince partilha ainda a paixão por motas e viagens, algumas delas com a namorada, Molly Schirmang, que conheceu na universidade e com quem está há quatro anos.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter