Águias sem eficácia caem na Luz diante do Portimonense -

Águias sem eficácia caem na Luz diante do Portimonense

Benfica perdeu, pela primeira vez, na Liga, ante o Portimonense, graças a um golo de Possignolo. Mantém-se líder mas com menos distância para os rivais

Grande surpresa. O Benfica perdeu este domingo, em casa, frente ao Portimonense, por 1-0, fruto de um golo de Lucas Possignolo, apesar de ter dominado praticamente o jogo do princípio ao fim, e viu reduzida para apenas um ponto, no topo da tabela, a vantagem para o Sporting e para o F. C. Porto. Os encarnados não fizeram um mau jogo, longe disso, mas falharam rotundamente na eficácia, ao invés do conjunto algarvio que não necessitou de muitas oportunidades para fazer o único golo. Após um canto cobrado por Lucas Fernandes, o central Lucas Possignolo antecipou-se à defesa encarnada e bateu Vlachodimos.

As águias tiveram chances atrás de chances, mas ora graças a boas defesas de Samuel ou a falhas de pontaria, a bola nunca chegou a entrar. Nos últimos suspiros do encontro, o poste também ajudou o Portimonense, ao desviar uma bola potente de Otamendi. Pela primeira vez, o Benfica perdeu pontos na Liga.

Após a vitória histórica diante do Barcelona, Jorge Jesus apenas fez uma mudança no onze e tal deveu-se à lesão de Lázaro. Gilberto ocupou o lugar numa equipa que demorou um pouco a entrar na partida. Aos 20 minutos, a primeira grande oportunidade: muito perto da baliza, Samuel defendeu miraculosamente um pontapé de Yaremchuk. A seguir, Otamendi, Grimaldo e ainda Rafa, após uma enorme arrancada, falharam também o alvo por pouco. Nesse período, o Portimonense não se limitou a estar na retaguarda e teve também oportunidades, por Pedro Sá e Boa Morte.

O Benfica ajustou alguns pontos táticos e surgiu melhor no arranque do segundo período, mais acutilante e agressivo. Yaremchuk marcou mas o golo foi anulado.

Contra a corrente, o Portimonense fez o único golo e Jesus mexeu e arriscou desde o banco. Tirou Weigl, Veríssimo e até Gilberto mas nem assim chegou ao empate. Antes de atirar ao poste, Otamendi esteve também perto de marcar num remate que terminou salvo pelo pé de Candé em cima da linha de baliza. Afortunado, o Portimonense saiu de Lisboa com os três pontos, enquanto ao Benfica tudo lhe correu mal.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter