Construção do Teatro Caixa Preta começará no primeiro trimestre do próximo ano - Plataforma Media

Construção do Teatro Caixa Preta começará no primeiro trimestre do próximo ano

A 6 de agosto, o PLATAFORMA entrevistou vários membros da indústria do teatro em Macau. Em declarações ao jornal, comentaram a escassez de espaços para os grupos de arte locais e a dificuldade financeira e profissional que a indústria enfrenta.  O instituto Cultural de Macau (ICM), após ser contactado sobre o “Programa de Lançamento de Espaços Artísticos e Culturais”, afirmou que a construção do Teatro Caixa Preta do Centro Cultural de Macau está prevista para o primeiro trimestre do próximo ano (2022), oferecendo um novo espaço de trabalho para os grupos de teatro. Está também a trabalhar com resorts e hotéis para que grupos artísticos possam utilizar as suas instalações. 

O Teatro Caixa Preta irá abranger uma área de cerca de 1450 metros quadrados, com três andares e uma cave, numa área total de construção de 3110 metros quadrados. Com base nas necessidades de funcionamento do teatro, será composto por 2 salas de teatro, bastidores, salas de ensaio, sala de maquilhagem, escritório, entre outros.  

O ICM refere que, em 2019, foi lançada a primeira fase do “Programa de Lançamento de Espaços Artísticos e Culturais” e do “Sistema de marcação da utilização de espaços artísticos e culturais”, abrindo quatro novas categorias para estes espaços: ensaios, espetáculos, exposições e espaços polivalentes (ver caixa), assim como vários outros espaços no centro cultural.  

No ano passado, em colaboração com vários resorts e hotéis, o ICM criou o “Regime de Uso de Espaços Performativos em Resorts e Hotéis” para oferecer mais oportunidades aos grupos de teatro locais. Nesse mesmo ano, cerca de 40 representantes de associações artísticas de teatro, música, dança e ópera cantonesa visitaram vários espaços nestes resorts, incluindo o Broadway Macau, a sala de espetáculo do Sands Macau, Studio 8 de Study City Macau, os teatros do The Parisian e do The Venetian, a galeria do Wynn Palace e o teatro do MGM Cotai.  

Durante a pandemia foi ainda criado o “Plano de Apoio ao Aluguer do Centro Cultural de Macau”, possibilitando que organizações artísticas sem fins lucrativos ficassem isentas das despesas de aluguer do Centro Cultural de Macau até 31 de dezembro de 2021. Para projetos cujo financiamento foi aprovado, sem alterar as condições originais, a forma como estes espetáculos serão apresentados poderá ser ajustada, através de transmissões em direto ou de atuações gravadas em vídeo.  

Informações adicionais prestadas pelo Instituto Cultural de Macau:

Espaços para ensaios: Sala de Ensaio do Edifício do Antigo Tribunal, Auditório do Conservatório de Macau, Auditório e Galeria dos Espelhos do Teatro Dom Pedro V. e Centro de Arte Contemporânea de Macau – Oficinas Navais N.º 2 

Espaços para espetáculos: Teatro Caixa Preta do Edifício do Antigo Tribunal, Auditório do Conservatório de Macau, Auditório e Galeria dos Espelhos do Teatro Dom Pedro V. e Centro de Arte Contemporânea de Macau – Oficinas Navais N.º 2 

Espaços de exposição: Acesso à Fortaleza do Monte, Auditório da Galeria do Piso Inferior do Centro Ecuménico Kun Iam, Galeria Tap Seac, Rés-do-chão do Edifício do Antigo Tribunal, Vivendas Mong-Ha (Antigos Dormitórios de Funcionários Públicos), Antigo Estábulo Municipal de Gado Bovino, Centro de Arte Contemporânea de Macau – Oficinas Navais N.º 1, Galeria do 2° andar da Academia Jao Tsung-I e Galeria do r/c da Academia Jao Tsung-I 

Espaços polivalentes: Auditório do Museu de Macau, Auditório do Museu de Arte de Macau, Biblioteca da Academia Jao Tsung-I, Auditório do 2° andar da Academia Jao Tsung-I, Sala multifuncional da Biblioteca de Seac Pai Van, Sala multifuncional da Biblioteca Sir Robert Ho Tung, Sala multifuncional da Biblioteca de S. Lourenço, Ruínas do Colégio de S. Paulo, Casa do Mandarim e Casa de Lou Kau 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
CulturaPortugal

Eunice Muñoz escreve carta a uma jovem atriz

CulturaMacau

A realidade da indústria do teatro em Macau

CulturaPortugal

Atriz Eunice Munoz internada

CulturaEntrevista

Pal Lok e Johnny Tam, curadores do Festival BOK: “O teatro liga as pessoas”

Assine nossa Newsletter