Polícia de Hong Kong prende estudantes por apologia do terrorismo

Polícia de Hong Kong prende estudantes por apologia do terrorismo

Líderes de grêmio estudantil elogiaram homem que esfaqueou policial e depois se matou

Em meio à crescente tensão em Hong Kong após a aprovação da Lei de Segurança Nacional, que reprimiu protestos contra o governo chinês, autoridades anunciaram a prisão de quatro estudantes por apologia do terrorismo depois que um grêmio da principal universidade local elogiou a tentativa de assinato de um policial.

O atentado aconteceu em 1º de julho, aniversário da devolução da ex-colônia britânica ao governo da China. O agressor, um homem de 57 anos, esfaqueou um policial de 28 anos. Na sequência, o homem enfiou a faca no próprio peito, e morreu depois no hospital. O policial teve o pulmão perfurado, mas sobreviveu.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter