Europa e China privam populações africanas de alimentos essenciais - Plataforma Media

Europa e China privam populações africanas de alimentos essenciais

food security

A produção de farinha e óleo de peixe para as indústrias europeia e asiática está a privar a população da África Ocidental de parte importante da sua dieta e a exaurir recursos pesqueiros, alertou esta terça-feira a Greenpeace.

Cerca de 500 mil toneladas de peixe que poderiam acabar nos pratos de 33 milhões de pessoas são transformadas anualmente em farinha de peixe e óleo de peixe para sectores como a aquicultura, agricultura, suplementos alimentares, produtos cosméticos e rações para gado, alertou a organização não-governamental (ONG) ambientalista num relatório publicado esta terça-feira.

A produção de farinha e óleo de peixe nesta região do continente aumentou de 13.000 toneladas em 2010 para 170.000 toneladas em 2019, de acordo com a Greenpeace, que tem vindo a soar este alarme há vários anos.

“Esta prática não só compromete a segurança alimentar das comunidades costeiras da MauritâniaSenegal e Gâmbia“, como também priva “as do Mali continental e do Burkina Faso de uma das suas principais fontes de proteínas”, afirma o relatório.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter