Tabagismo matou 7,7 milhões de pessoas no mundo em 2019 - Plataforma Media

Tabagismo matou 7,7 milhões de pessoas no mundo em 2019

Estudo da revista Lancet conclui que nesse ano o número de fumadores aumentou para 1,1 mil milhões.

O tabagismo matou 7,7 milhões de pessoas em 2019, ano em que o número de fumadores aumentou para 1,1 mil milhões, revelam estimativas mundiais hoje divulgadas, acrescentando que 89% dos novos fumadores ficaram viciados aos 25 anos.

As estimativas são divulgadas pela revista médica The Lancet, que publica três estudos com dados sobre a prevalência do tabagismo em 204 países, em homens e mulheres com 15 ou mais anos, incluindo idade de iniciação ao consumo de tabaco, doenças associadas e riscos entre fumadores e ex-fumadores.

Impostos mais altos sobre o tabaco, fim da adição de sabores, como mentol, em todos os produtos contendo nicotina, proibição da publicidade ao tabaco na internet, incluindo nas redes sociais, e mais espaços livres de fumo são medidas apontadas para prevenir o tabagismo entre os mais jovens.

Os estudos, sintetizados num comunicado da The Lancet, são publicados em vésperas do Dia Mundial Sem Tabaco, que se assinala na segunda-feira.

A China lidera a lista dos 10 países com mais fumadores em 2019, totalizando 341 milhões de consumidores de tabaco: um em cada três fumadores no mundo vivia há dois anos na China.

Leia mais em TSF

Related posts
Sociedade

A nicotina não protege contra o vírus. Controvérsia "causada" pelas tabaqueiras

Assine nossa Newsletter