Taiwan: Pequim endurece discurso face a visita de comitiva dos EUA

Taiwan: Pequim endurece discurso face a visita de comitiva dos EUA

A China alertou ontem que está determinada a usar a força para impedir que Taiwan se aproxime dos Estados Unidos, numa altura em que antigos funcionários do Governo norte-americano visitam a ilha.

Ma Xiaoguang, porta-voz do Gabinete para os Assuntos de Taiwan, do Conselho de Estado chinês, avisou que os recentes exercícios militares junto a Taiwan foram um aviso a Taipé, de que aproximar-se dos EUA para conseguir a independência será um fracasso.

“Os exercícios militares visam assinalar que estamos determinados a impedir a independência de Taiwan e impedir que Taiwan trabalhe com os EUA”, disse Ma, em conferência de imprensa.

“Não prometemos abandonar o uso da força e manteremos a opção de tomar todas as medidas necessárias”, avisou.

Leia mais em Hoje Macau

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
MundoSociedade

Pânico em postos de gasolina dos EUA após reativação parcial de rede de oleodutos

ChinaPolítica

Washington, Londres e Berlim pedem fim da repressão dos uigures, Pequim denuncia um "truque"

ChinaPolítica

EUA podem sancionar China por trabalho forçado em tecnologia ambiental

ChinaPolítica

Taiwan: Pequim protesta por participação em organizações internacionais

Assine nossa Newsletter