Jantares de luxo ignoram restrições e causam polémica em França - Plataforma Media

Jantares de luxo ignoram restrições e causam polémica em França

Após reportagem de emissora francesa sobre eventos clandestinos, promotoria de Paris abre investigação.

A França se viu em meio a uma polêmica neste fim de semana após a veiculação de uma reportagem em uma emissora do país que denunciou jantares de luxo em Paris, realizados a despeito das restrições devido à pandemia de coronavírus.

Com preços que variam de 160 euros a 490 euros (R$ 1.070 a R$ 3.280), os eventos clandestinos provocaram furor político, e a população acusa a elite de ignorar as regras que ela mesma estabeleceu —o país mantém todos os restaurantes e os cafés fechados e endureceu as restrições após os casos seguirem em alta.

A reportagem do canal de TV fechada M6 mostrou imagens captadas por uma câmera escondida em um local identificado como localizado em uma região nobre de Paris. Sem fachada de restaurante, era preciso indicação para frequentá-lo —máscaras, porém, não faziam parte das obrigações. “Após cruzar a porta, não tem mais Covid”, disse um funcionário do local.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Assine nossa Newsletter