Devastação em Palma também atinge estrangeiros. "Finalmente o mundo começa a dar atenção a Cabo Delgado" - Plataforma Media

Devastação em Palma também atinge estrangeiros. “Finalmente o mundo começa a dar atenção a Cabo Delgado”

Palma é neste momento uma vila isolada e deserta, de onde até os gritos de desespero demoram a fazer-se ouvir. A comunicação está cortada, mas os focos de fumo, espalhados pelo território, comunicam a devastação. A vila no Norte de Moçambique foi esta manhã sobrevoada pela investigadora Zenaida Machado, responsável da organização Human Rights Watch nos territórios de Angola e Moçambique, e é esta a paisagem que descreve, em entrevista à TSF.

“Alguns jornalistas tiveram oportunidade de sobrevoar Palma e contam-nos que a cidade está completamente deserta”, começa por dizer a representante do grupo ativista, que dá ainda conta de “focos esporádicos de tiros, que provavelmente são dos grupos armados a tentarem afugentar os soldados, ou então dos soldados a repelirem-nos”.

Há ainda “fumo e incêndio, o que é também prática, porque este grupo opera a incendiar propriedade alheia”, apressa-se a explicar Zenaida Machado.

Leia mais em TSF

Related posts
MoçambiquePolítica

Presidente moçambicano lança hoje projeto de emergência em Pemba

MoçambiqueSociedade

Cabo Delgado: Ataque a Pemba provável dentro de seis meses, diz consultora de segurança

MoçambiqueSociedade

"Se almoçar, jantar vai ser difícil" dizem famílias em Pemba

MoçambiqueSociedade

Cabo Delgado: Os desafios em Pemba e a ameaça de terroristas entre os deslocados

Assine nossa Newsletter