Desafios de João Lourenço comparados ao filme "Missão Impossível" por revista francesa - Plataforma Media

Desafios de João Lourenço comparados ao filme “Missão Impossível” por revista francesa

A revista francesa “Jeune Afrique” reconheceu os progressos alcançados nas reformas em curso, em Angola, desde o início de 2018, para a estabilização macroeconómica, com destaque para os sectores bancário e monetário.

A avaliação consta de um artigo inserido na edição de Abril deste ano, em que compara os desafios da governação do Presidente João Lourenço ao filme “Missão Impossível” de Tom Cruise.

Entre os principais resultados positivos, destaca a estabilização da moeda nacional (Kwanza), nas últimas semanas e o abrandamento da pressão sobre os preços.

Explica que a estabilização monetária está reflectida numa queda acentuada no diferencial entre as taxas de câmbio oficial e informal, passando “de um recorde de 150 por cento, em Dezembro de 2017, para 15 por cento em finais de 2020”. A liberalização cambial, é assim, apontada como uma das primeiras reformas da era João Lourenço, com a passagem de um regime fixo a um regime flutuante.

Depois disso, realça, o Kwanza depreciou-se quase 75 por cento em relação ao dólar e a dívida pública subiu mais de 80 por cento, com uma inflação galopante de 25,1 por cento, no final de 2020.

O periódico considera que estes “sinais positivos” surgem num “contexto delicado”, sobretudo depois da descida da notação de Angola pela agência “Fitch Ratings”.

Esta agência de notação financeira desceu, em Setembro de 2020, o “rating” de Angola para CCC, correspondente a investimento de risco extremamente alto.
A classificação fazia prever um cenário pior, com uma possibilidade real de incumprimento financeiro, em Angola, devido ao “significativo aumento” da dívida pública e à “deterioração das finanças públicas”.

Mas o Executivo angolano “conseguiu estabilizar” a situação no plano macroeconómico, obtendo, ao mesmo tempo, moratórias dos principais credores, para o reembolso da dívida, que atingiu um pico de 130 por cento do PIB em finais de 2020.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
AngolaPolítica

Sobrevivente do 27 de Maio vê com "emoção e surpresa" anúncio histórico de João Lourenço

AngolaPolítica

Covid-19: Presidente da República de Angola recebe primeira dose da vacina

AngolaPolítica

Espanha incentiva produtos 'Made in Angola'

AngolaPolítica

João Lourenço encoraja investimento privado espanhol

Assine nossa Newsletter