Hospital para crianças de Lisboa não cumpre uma dezena de regras contra a Covid - Plataforma Media

Hospital para crianças de Lisboa não cumpre uma dezena de regras contra a Covid

Denúncia de enfermeira do Hospital Dona Estefânia gerou inspeção que encontrou inúmeras falhas. O hospital recorda que o edifício tem 150 anos.

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) encontrou uma série de falhas e incumprimentos às regras da Direção-Geral da Saúde (DGS) para evitar o contágio de SARS-CoV-2 no Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, um dos mais importantes hospitais pediátricos do país.

A deliberação da ERS, lida pela TSF, tem data do final de novembro, mas só agora foi tornada pública. São apontados uma dezena de incumprimentos em relação a diferentes normas e orientações da DGS, nomeadamente na prevenção, controlo e vigilância da infeção da Covid-19.

Por exemplo, falhas no plano de contingência, nas áreas de isolamento, na circulação de doentes Covid e a falta da obrigatória implementação na urgência de áreas dedicadas a estes casos, separando, em paralelo, os suspeitos de SARS-CoV-2 logo na triagem.

Por outro lado, são apontadas falhas no cumprimento das regras de ventilação nos serviços e espaços onde se encontram doentes com Covid-19, faltando a “criação de zonas de transição Covid-não Covid, com relações de pressão que evitem a contaminação da envolvente e de profissionais que circulem em espaços não Covid”.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Júlio de Matos teve de reorganizar-se para responder à pandemia

PortugalSociedade

Um ano de Covid-19: Quase 28 mil profissionais de saúde infetados e 19 morreram

PolíticaPortugal

"É fundamental um plano de desconfinamento" para a retoma da economia

PolíticaPortugal

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas

Assine nossa Newsletter