Comércio sino-lusófono com queda de 3% em 2020 - Plataforma Media

Comércio sino-lusófono com queda de 3% em 2020

As trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa atingiram 145,1 mil milhões de dólares norte-americanos no ano passado, traduzindo um decréscimo de 2,98% comparativamente a 2019.

Dados dos Serviços de Alfândega da China, publicados no portal do Fórum Macau, indicam que a China comprou aos países de língua portuguesa bens avaliados em 101,9 mil milhões de dólares – menos 3,4% – e vendeu produtos no valor de 43,2 mil milhões de dólares – menos 1,8% em termos anuais.

O Brasil manteve-se como o principal parceiro económico da China, com o volume das trocas comerciais bilaterais a superar 119 mil milhões de dólares, ou seja, mais 3,8% do que em 2019.

As exportações da China para o Brasil atingiram 34,9 mil milhões de dólares, reflectindo uma descida de 1,4%; enquanto as importações totalizaram 84,08 mil milhões de dólares, isto é, mais 6,1% em termos anuais.

Já com Angola, o segundo parceiro lusófono da China, houve descidas em toda a linha. O comércio bilateral alcançou 16,2 mil milhões de dólares – menos 35,8% face a 2019. As vendas de Pequim a Luanda caíram 15% para 1,74 mil milhões, enquanto as compras diminuíram 37,7% para 14,5 mil milhões de dólares.

Leia mais em TDM

Assine nossa Newsletter