Lula da Silva recebe alta após quatro dias internado por bactéria no sangue

Lula da Silva recebe alta após quatro dias internado por bactéria no sangue

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva recebeu hoje alta médica após ter ficado quatro dias internado por bacteremia, que corresponde à presença de bactérias na corrente sanguínea, e está clinicamente estável, informaram fontes hospitalares.

O ex-chefe de Estado, que governou o Brasil entre 2003 e 2011, deu entrada no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no último sábado após ser diagnosticado com quadro de bacteremia, segundo um comunicado da unidade hospitalar.

A informação, porém, só foi difundida hoje, quando o hospital anunciou a alta do ex-presidente de 75 anos.

“Foi internado e medicado com antibióticos por via venosa”, indicou um breve comunicado do Sírio-Libanês, um dos hospitais de maior prestígio do país.

Lula foi diagnosticado com covid-19 durante uma viagem a Cuba, entre o final de dezembro e o início de janeiro, para as filmagens de um documentário sobre a América Latina dirigido pelo norte-americano Oliver Stone, que foi suspenso após o político e a sua comitiva testarem positivo.

O histórico líder do Partido dos Trabalhadores (PT), porém, só comunicou que havia contraído a doença quando se recuperou e voltou para o Brasil.

Segundo a sua assessoria, durante a sua permanência em Havana Lula permaneceu isolado e sob vigilância sanitária das autoridades cubanas, que detetaram lesões pulmonares “compatíveis com broncopneumonia associada à covid-19”.

Em 2011, apenas dez meses após deixar a presidência, o líder esquerdista, que fumou durante quatro décadas, foi diagnosticado com cancro de laringe e obrigado a submeter-se a um severo tratamento de quimioterapia no mesmo hospital de São Paulo, que concluiu meses depois com a sua cura clínica.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Fachin vê manobra em liberação de mensagens da Lava Jato a Lula, mas STF deve ignorar caso

BrasilPolítica

‘Ou o povo reage, ou vai ser vítima de coisas piores’, diz Lula sobre Bolsonaro

BrasilPolítica

Lula indica que Haddad será candidato a presidente caso ele não possa concorrer em 2022

BrasilPolítica

PGR questiona decisão que deu a Lula acesso a mensagens da Lava Jato

Assine nossa Newsletter