Polícia detém supostos pastores da IURD por furto em Angola - Plataforma Media

Polícia detém supostos pastores da IURD por furto em Angola

Cinco supostos pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola foram detidos pela Polícia Nacional, na manhã de Quinta-feira, por terem sido flagrados a furtar cadeiras e equipamentos informáticos no templo do distrito do Benfica, município de Talatona, em Luanda.

O secretário para os Assuntos Jurídicos da Comissão de Reforma da IURD, Ângelo Canga, disse, a OPAÍS, que se trata de cinco cidadãos nacionais, funcionários da área de manutenção da igreja, que estavam a ser coordenados por um pastor de nacionalidade brasileira, que conseguiu escapar no acto da detenção.

Os seis estavam a retirar vários equipamentos do templo localizado na Avenida Pedro de Castro Van-dúnem “Loy”, designadamente, equipamentos de escritórios, informáticos, de som, etc. “No momento em que os nossos pastores foram acionados para impedirem a operação, eles estavam a desmontar as cadeiras e os aparelhos de ar condicionados”, frisou, sublinhando que, em cumprimento à lei, denunciaram de imediato a ocorrência à Polícia, o que possibilitou a detenção dos infratores.

Leia mais em O País

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
AngolaReligião

IURD recusa-se a devolver 10% dos 700 milhões recebidos pela instituição religiosa

AngolaSociedade

Empresário angolano falido acusa IURD de o ter burlado em 700 milhões de kwanzas

AngolaSociedade

Bispos da IURD condenados em Angola por desobediência à Polícia

AngolaSociedade

Procuradoria de Angola fecha três templos da IURD no Cuando Cubango

Assine nossa Newsletter