"Cada vez mais pessoas iniciam o processo psicoterapêutico apenas porque lhes parece giro" - Plataforma Media

“Cada vez mais pessoas iniciam o processo psicoterapêutico apenas porque lhes parece giro”

Uma viagem de autodescoberta em prol da saúde e do bem-estar mental é o desafio lançado pelo livro Descomplicar a Mente, assinado pelas psicólogas clínicas Rute Agulhas e Alexandra Anciães, um tema que ganhou nova urgência com a pandemia e o confinamento.

Em tempos tão adversos como estes, a saúde mental exige tantos cuidados como a física. Stress, ansiedade e perturbações do sono são alguns dos problemas mais recorrentes, identificados pelas psicólogas clínicas Rute Agulhas e Alexandra Anciães no livro Descomplicar a Mente – Cuidar da Nossa Saúde Mental para Uma Vida Plena e Feliz (edição Oficina do Livro). Embora, como sublinham as autoras, este não substitua um acompanhamento profissional, o objetivo dos muitos exercícios incluídos na obra é aprofundar o autoconhecimento e mostrar que o recurso a um psicólogo não é um bicho-de-sete-cabeças.

Como nasceu este trabalho a duas, apresentado como um livro de autocuidado em matéria de saúde mental?
Rute Agulhas (R.A.) –
Foi a nossa editora, a Rita Fazenda, que nos desafiou a fazer um livro sobre saúde mental dirigido ao público em geral, uma vez que ambas já temos alguns voltados para os profissionais desta área. A partir daí, estabelecemos como grande objetivo desmitificar a ideia de que a psicologia é só para pessoas com problemas muito profundos.

Ainda existe um estigma associado à saúde mental?
R.A. –
Existe muito nos adultos, mas também o encontramos nas crianças, o que reflete a própria atitude de quem as acompanha. É verdade que já temos uma percentagem crescente de pessoas que encaram a psicologia como uma ferramenta importante para o autoconhecimento e até para o desenvolvimento de competências, mas essa atitude ainda não é a predominante. Este livro procura demonstrar à população em geral a ideia de que podemos beneficiar muito de algum cuidado e que a nossa saúde psicológica é tão importante quanto a saúde física para os nossos níveis de bem-estar.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter