Ex-Comandante-geral da GNR nomeado diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras - Plataforma Media

Ex-Comandante-geral da GNR nomeado diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Tenente-general Botelho Miguel nomeado pelo primeiro-ministro e pelo ministro da Administração Interna

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, designaram o tenente-general Botelho Miguel como novo Diretor Nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras“para dirigir o processo de reestruturação deste serviço e assegurar a separação orgânica entre as suas funções policiais e as funções administrativas de autorização e documentação de imigrantes”, anunciou o MAI em comunicado.

Botelho Miguel vai assim substituir Cristina Gatões, que se demitiu na sequência do homicídio de um cidadão ucraniano às mãos de inspetores do SEF, nove meses após o incidente, após alguns partidos da oposição terem exigido consequências políticas deste caso, tendo Eduardo Cabrita considerado que esta “fez bem em entender dever cessar funções” e que não teria condições para liderar o processo de restruturação do organismo.

Ihor Homeniuk terá sido vítima das violentas agressões de três inspetores do SEF, acusados de homicídio qualificado, com a alegada cumplicidade ou encobrimento de outros 12 inspetores. O julgamento deste caso terá início em 20 de janeiro.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Cabrita promete reforma do SEF em meio ano e segura diretor da PSP

PolíticaPortugal

As perguntas que queimam no caso do ucraniano morto por inspetores do SEF

PolíticaPortugal

Indemnização à família de ucraniano morto por inspetores sai do orçamento do SEF

PortugalSociedade

Portugal vai indemnizar viúva e filhos de ucraniano morto pelo SEF

Assine nossa Newsletter