Vanderlei Luxemburgo “estável” depois de testar novamente positivo - Plataforma Media

Vanderlei Luxemburgo “estável” depois de testar novamente positivo

O antigo selecionador brasileiro de futebol Vanderlei Luxemburgo, de 68 anos, apresenta um quadro clínico “estável”, depois de ter sido internado numa unidade médica em São Paulo, após novo teste positivo ao novo coronavírus, informou hoje o Hospital Sírio-Libanês.

“O paciente deverá continuar internado, sem previsão de alta, e está a ser acompanhado pela equipa médica”, revelou em nota a entidade, especificando que Vanderlei Luxemburgo, internado desde 11 de dezembro, depois de ter sentido alguns sintomas relacionados com a doença provocada pelo novo coronavírus, como fortes dores de cabeça e no corpo.

Atualmente sem equipa, o técnico ‘canarinho’ conta com passagens por vários clubes, como o Real Madrid, além de ter orientado o Brasil, tendo tido uma última experiência, sem sucesso, ao serviço do Palmeiras, entre dezembro de 2019 e outubro último.

Em julho, ainda ao serviço do ‘verdão’, Luxemburgo testou positivo, mas na ocasião estava assintomático e permaneceu em casa, ao contrário desta segunda infeção, que lhe provocou fortes dores.

O treinador português Abel Ferreira, que substituiu Luxemburgo no comando do Palmeiras, também acusou recentemente positivo para o novo coronavírus, mas já está recuperado.

O Brasil é um dos países do mundo mais afetado pela pandemia, registando até ao momento cerca de sete milhões de infetados e 182 mil mortes.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.621.397 mortos resultantes de mais de 72,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Proibida venda ou entrega ao postigo exceto comida e permanência em jardins

PortugalSociedade

Portugal é o país com maior número de novos casos por milhão de habitantes

Portugal

Portugal regista novo máximo de mortes e de internamentos por Covid-19

DesportoPortugal

Mais três casos positivos de covid-19 no FC Porto

Assine nossa Newsletter