Machu Picchu é fechada por causa de greve de organizações sociais - Plataforma Media

Machu Picchu é fechada por causa de greve de organizações sociais

As ruínas incas de Machu Picchu, no Peru, foram fechadas em decorrência de uma greve convocada por organizações sociais da região, que exigem uma redução no preço das passagens de comboio para turistas do país

O prefeito de Machu Picchu, Darwin Barca, confirmou ao jornal “Gestión”, que a população está indignada com o forte aumento no preço das passagens de trem entre Cusco e o resort turístico.   

“O povo decidiu uma greve por tempo indeterminado até que seus pedidos sejam aceitos. Na verdade, eu mesmo há muito tempo solicito uma avaliação da situação”, explicou Barca.   

O político ainda lembrou que “há discriminação” contra os turistas locais no trem de Ollantaytambo a Machu Picchu, principalmente nos assentos disponíveis nos vagões.   

Barca ainda afirmou que antes da pandemia do novo coronavírus, os turistas peruanos pagavam 10 soles (cerca de US$ 2,78), enquanto atualmente precisam desembolsar entre 215 (por volta de US$ 60) e 251 soles (aproximadamente US$ 70).   

Leia mais em ISTOÉ

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
MundoSociedade

Cidade inca de Machu Picchu reabre em novembro para estrangeiros

Assine nossa Newsletter