"Qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo" - Plataforma Media

“Qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo”

O jogo PSG-Basaksehir foi interrompido e suspenso após comentários alegadamente racistas do quarto árbitro contra o treinador adjunto do clube turco.

Durante a conferência de imprensa, desta quarta-feira, do jogo entre o Standard Liège e o Benfica, Jorge Jesus comentou o caso de racismo durante o encontro do PSG-Basaksehir.

“Não sei. Não estava lá. Não sei o que aconteceu, o que se falou, o que se diz, mas hoje está muito na moda isso do racismo. Como cidadão tenho o direto de pensar à minha maneira e só posso ter uma opinião concreta se souber o que se disse naquele momento, porque hoje qualquer coisa que se possa dizer contra um negro é sempre sinal de racismo. Isso pode dizer-se o mesmo contra um branco e já não é sinal de racismo. Está-se a apontar essa onde no mundo e se calhar até houve algum sinal de racismo, mas eu não sei o que disseram”, disse o treinador do Benfica.

Leia mais em O Jogo

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
DesportoMundo

PSG e Basaksehir deixam o campo após supostos atos racistas do quarto árbitro

BrasilCultura

Fundação Palmares exclui 27 negros de lista de personalidades homenageadas

DesportoMundo

Cavani pede desculpa por publicação no Instagram e diz que não teve intenção racista

AngolaPolítica

"Há brancos maus, mas também há pretos maus, há pretos muito maus”

Assine nossa Newsletter