Vacinas podem não chegar para toda a gente definida como prioritária - Plataforma Media

Vacinas podem não chegar para toda a gente definida como prioritária

Bastonário da Ordem dos Médicos lamenta não ter sido ouvido antes da apresentação do plano de vacinas.

AOrdem dos Médicos considera que a definição de critérios do plano de vacinação contra a Covid-19 deveria ter sido mais apertada. Esta sexta-feira, no Fórum TSF, o bastonário Miguel Guimarães alertou que as vacinas podem não chegar para todos.

“Provavelmente, não vamos ter vacinas para cumprir as prioridades (…). Se tiver 100 mil, 200 mil ou 300 mil vacinas, não consegue responder àquelas prioridades que foram definidas”, avisa o bastonário da Ordem dos Médicos. “Os critérios de prioridade têm de ter definições um bocadinho mais apertadas.”

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter