Pilotos da TAP entregam providência cautelar para ver informação que fundamenta despedimentos - Plataforma Media

Pilotos da TAP entregam providência cautelar para ver informação que fundamenta despedimentos

O Sindicato dos Pilotos de Aviação Civil (SPAC) entregou uma providência cautelar a exigir que lhe seja prestada informação sobre o plano de reestruturação da TAP, nomeadamente os fundamentos para o despedimento de 500 destes profissionais.

O documento, a que a Lusa teve acesso, foi enviado ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, Juízo de Trabalho de Lisboa, e requer uma providência cautelar comum, alegando que não lhe foi prestada informação relevante sobre o plano de reestruturação da TAP, que a empresa deverá apresentar à Comissão Europeia até 10 de dezembro.

O SPAC recorda, nesta providência cautelar, que, devido ao impacto da pandemia de Covid-19, a companhia aérea “foi objeto de um apoio de Estado, sob a forma de um empréstimo” notificado à Comissão Europeia e que o processo de reestruturação “constitui consequência” deste apoio.

O sindicato deu ainda conta de vários pedidos que fez à empresa e à tutela para ter acesso a mais informação, bem como de duas reuniões para as quais foi chamado, nas quais “não foi dada qualquer informação”, nomeadamente sobre a redução de pessoal.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Despedimentos e cortes salariais no horizonte da TAP. Sindicato fala em situação dramática

EconomiaPortugal

TAP deverá perder 20 aviões e aplicar cortes de custos com trabalhadores de 20%

Assine nossa Newsletter