Impedida a transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco - Plataforma Media

Impedida a transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco

O PSD colocou-se ao lado do Bloco de Esquerda e viabilizou a iniciativa. Proposta voltou a ser votada e reforçada a aprovação da norma

Agora é oficial: a transferência de 476 milhões de euros do Fundo de Resolução foi eliminada da proposta do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), por iniciativa do Bloco de Esquerda que teve o apoio do PSD, PCP e BE. O PAN mudou o sentido de voto e absteve-se, tal como o CDS e o Chega. Contra votaram os deputados do PS, o deputado único da Iniciativa Liberal e a deputada não-inscrita, Cristina Rodrigues (ex-PAN).

Nas votações desta quinta-feira, os deputados do PSD eleitos pelo círculo da Madeira chegaram a votar contra, chumbando a proposta do BE, mas no minuto seguinte corrigiram o sentido de voto, permitindo a viabilização da norma.

A surpresa do último dia das votações na especialidade do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) aconteceu já na reta final das votações de quarta-feira, quando a proposta do BE – a única dos bloquistas que acabou por ser aprovada – que anula a transferência de 476 milhões de euros do Fundo da Resolução destinada ao Novo Banco teve luz verde, com votos favoráveis do PSD, BE, PCP e PAN.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
EconomiaPortugal

Novo Banco agrava prejuízos para 853,1 milhões de euros

Assine nossa Newsletter