Pandemia fez o Brasil atingir o menor nível de emprego em quase 30 anos - Plataforma Media

Pandemia fez o Brasil atingir o menor nível de emprego em quase 30 anos

Menos de metade da população em idade de trabalhar no Brasil está ocupada. Negros, mestiços e mulheres são os mais prejudicados

A pandemia da Covid-19 aniquilou o mercado de trabalho brasileiro em 2020, a ponto de fazer o nível da ocupação —taxa que calcula a proporção de pessoas ocupadas dentro da população em idade de trabalhar— despencar e alcançar o menor patamar em 28 anos, de 46,8%.

O nível de ocupação é o pior desde 1992, quando tem início a série histórica organizada pela IDados. A consultoria traçou uma linha do tempo retroagindo dados da atual Pnad Contínua, da antiga Pnad e também da extinta Pesquisa Mensal de Emprego, todas do IBGE.

A compilação coube aos economistas Bruno Ottoni e Tiago Barreira.

Segundo Ottoni, fica bem claro que a pandemia teve uma influência na queda abrupta do índice, que caiu rapidamente nos últimos meses.

“Uma das consequências da pandemia foi derrubar a população ocupada, pois perdemos muitos empregos no período”, disse o economista. Em um ano, foram 12 milhões de postos de trabalho a menos, segundo dados mais recentes da Pnad, do trimestre encerrado em agosto. O dado contempla os mercados formal e informal, e considera tanto empregados quanto empregadores, além daqueles que atuam por conta própria.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
BrasilEconomia

Desemprego atinge 14 milhões de brasileiros pela primeira vez durante a pandemia

MundoSociedade

Igualdade de salários entre homens e mulheres não vai acontecer neste século

BrasilEconomia

Fim do auxílio emergencial levará um terço do país à pobreza

BrasilEconomia

Desemprego no Brasil bate recorde e atinge 13,1 milhões de pessoas

Assine nossa Newsletter