Esposa de homem espancado até a morte diz que foi impedida de ajudar - Plataforma Media

Esposa de homem espancado até a morte diz que foi impedida de ajudar

Milena Borges Alves, esposa de João Alberto – espancado até a morte por seguranças em um supermercado, fez um desabafo com exclusividade ao Brasil Urgente.

Milena revelou que tentou ajudar o marido, mas foi empurrada e impedida de prestar socorro pelos próprios seguranças que cometeram o crime. 

Na entrevista, ela lembra o que ocorreu. “Nós fomos fazer compra para a janta, compramos e fomos até o caixa. Eu fui pagar e ele [João] foi na frente. Ele acenou para uma segurança, que se sentiu ofendida e chamou outros seguranças”, relata. “Quando eu estava na [escada] rolante, os seguranças saíram correndo. Quando cheguei lá embaixo, ele já estava imobilizado”. 

Milena também se recorda que o marido gritou a ela por socorro, mas não adiantou. [João] disse ‘Milena, me ajuda’; quando eu fui ajudar, eles [os seguranças] me empurraram, e mesmo depois de desacordado, a princípio já morto, continuaram com ele imobilizado ali”, conta.

Leia mais em Band

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Morto por seguranças que colocaram o joelho no pescoço: "Foi igual ao americano" George Floyd

BrasilSociedade

Homem negro morre espancado por seguranças no Brasil

BrasilSociedade

No Brasil não existe racismo, diz Mourão sobre morte de homem negro

Assine nossa Newsletter