Novos Aterros: Construção de mais de 23 mil habitações arranca nos próximos quatro anos - Plataforma Media

Novos Aterros: Construção de mais de 23 mil habitações arranca nos próximos quatro anos

A construção de mais de 23 mil fracções de habitação pública na Zona A dos Novos Aterros vai arrancar até 2024. Raimundo do Rosário mostrou-se satisfeito com o planeamento feito para a área que contempla 39,28 hectares para zonas verdes

Das 28 mil fracções de habitação pública previstas para a Zona A dos Novos Aterros, estima-se que mais de 23 mil comecem a ser construídas até 2024. A informação foi avançada ontem pelo secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, na Assembleia Legislativa onde apresentou aos deputados o “estudo do planeamento urbano da Zona A”.

No caso da habitação económica, estão previstas mais fracções T2 (85 por cento), enquanto na habitação social os T1 deverão ter um peso maior, equivalente a 65 por cento. O plano prevê, por exemplo, que no próximo ano comecem a ser construídas cerca de 5.200 fracções económicas, vias rodoviárias, bem como serviços sociais e outras instalações de apoio, enquanto em 2022 é a vez de arrancarem 4.100 fracções sociais e quatro escolas.

Prevê-se que cerca de três mil fracções estejam finalizadas em 2024. O secretário procurou tranquilizar os deputados a nível financeiro, frisando que depois da habitação económica ser vendida é recuperado capital.

Leia mais em Hoje Macau

Artigos relacionados
AngolaSociedade

“Caçadores de óbito”, os truques para matar a fome em Luanda à custa dos funerais

ChinaHong Kong

Pequim promete impedir interferências em Macau e Hong Kong

ChinaMacau

Macau impõe quarentena a quem chegar da prefeitura chinesa de Kazilsu Kirgiz

EconomiaMacau

Banca de Macau concedeu até agosto cerca de 860 ME em empréstimos

ChinaPlataforma Grande Baía

Estrutura principal da Estação Jiangmen quase concluída

Assine nossa Newsletter