Ex-assessora de Flávio Bolsonaro admite “rachadinha” na Assembleia do Rio - Plataforma Media

Ex-assessora de Flávio Bolsonaro admite “rachadinha” na Assembleia do Rio

Depois de ser denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, Flávio Bolsonaro viu a sua ex-assessora chamada pelo Ministério Público. Em depoimento, confirmou que nunca trabalhou no gabinete do senador e que devolvia 90% do salário, confirmando a prática da rachadinha.

Luiza Sousa Paes, ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro, admitiu em depoimento para o Ministério Público do Rio de Janeiro que nunca trabalhou no gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e que tinha que devolver mais de 90% do seu salário, no esquema conhecido como “rachadinha”. As informações são de O Globo.

A ex-assessora disse também em depoimento que conheceu outras pessoas em uma situação parecida com a sua, como as duas filhas mais velhas de Fabrício Queiroz, Nathália e Evelyn, e Sheila Vasconcellos, amiga da família do assessor, que devolveram o equivalente a R$ 878,4 mil.

Luiza foi citada em relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) como uma das oito assessoras que fizeram transferências para Fabrício Queiroz em 2016.

Leia mais em Istoé

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Flávio Bolsonaro é denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa

BrasilPolítica

Quebra de sigilo revela provas contra Carlos Bolsonaro em esquema de rachadinha

BrasilPolítica

Família Bolsonaro tenta influenciar sucessão de Procurador-Geral do Rio

BrasilPolítica

Ex-assessores de Flávio Bolsonaro levantaram pelo menos 7,2 milhões de reais

Assine nossa Newsletter