Internet vai abaixo na Guiné Conacri e Exército é mobilizado para os bairros - Plataforma Media

Internet vai abaixo na Guiné Conacri e Exército é mobilizado para os bairros


A Guiné-Conacri, dominada por dias de violência pós-eleitoral, sofreu interrupções generalizadas de internet na sexta-feira e o governo mobilizou o exército depois de resultados preliminares indicarem vitória do Presidente Alpha Condé

Números divulgados pela comissão eleitoral na quinta-feira indicaram que Alpha Condé, 82 anos, que concorreu a um polémico terceiro mandato presidencial, foi o líder claro na primeira volta das eleições de domingo. Mas o candidato da oposição Cellou Dalein Diallo reivindicou vitória e seu campo acusou o governo de “fraude em grande escala” na contagem dos votos.

O grupo de monitoriozação da Internet NetBlocks disse suspeitar que as interrupções da Internet ao longo desta sexta-feira foram uma tentativa do governo de restringir a atividade nas redes sociais para enfraquecer a oposição. “O incidente parece ser consistente com as restrições anteriores atribuídas aos controles estaduais durante as eleições no país”, disse o diretor executivo da NetBlocks, Alp Toker, à AFP.

Jornalistas da AFP relataram que perderam a ligação à Internet na rede móvel Orange, que é onipresente na Guiné-Conacri. Uma porta-voz da Orange Guinea disse que a ligação da rede foi “cortada no ponto de acesso”.

Entretanto, o governo mobilizou o exército, anunciou a televisão nacional na noite de quinta-feira, enquanto confrontos entre jovens apoiantesde Diallo e as forças de segurança foram relatados na sexta-feira em Conacri e nas províncias.

Um jornalista da AFP viu cerca de 30 veículos carregados de soldados em deslocação para bairros que têm sido focos de violência e protestos há meses.

Related posts
MundoPolítica

Alpha Condé teria maioria absoluta dos votos das eleições na Guiné-Conacri

Assine nossa Newsletter