Violência na Guiné-Conacri provoca nove mortes - Plataforma Media

Violência na Guiné-Conacri provoca nove mortes

Pelo menos nove pessoas morreram em confrontos na sequência das eleições presidenciais na Guiné-Conacri. O Governo diz que a violência faz parte de uma estratégia “orquestrada” para colocar em causa o escrutínio

A violência continua em Conacri, três dias depois das eleições presidenciais de domingo. Pelo menos, nove pessoas morreram em confrontos entre apoiantes da oposição e as forças de segurança. Entre as vítimas mortais está um agente da polícia.

Em comunicado, o Ministério do Interior refere-se aos confrontos como uma “estratégia de caos [que foi] orquestrada para prejudicar as eleições de 18 de outubro”.

Na segunda-feira, o opositor Cellou Dalien Diallo declarou que venceu as presidenciais, mas a Comissão Eleitoral Nacional Independente da Guiné-Conacri (Ceni) considerou o anúncio “prematuro”. Na terça-feira à noite, a Ceni anunciou os resultados de quatro dos 38 círculos eleitorais. Alpha Condé, que concorre a um terceiro mandato na Presidência, venceu nos quatro. No entanto, a comissão advertiu que não se deve “extrapolar” estes resultados parciais para um resultado nacional.

Diallo acusou Alpha Condé de “fazer todo o possível para alterar os resultados das urnas a seu favor”. Condé referiu, no entanto, que, em caso de vitória, está disponível para dialogar com a oposição.

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Juiz do Supremo exige que governo do Rio justifique operações policiais

MoçambiqueSociedade

Em Cabo Delgado já não se contam os mortos

MoçambiqueSociedade

Milhares de pessoas em fuga da violência em Cabo Delgado

AngolaMundo

Presidente da RD Congo pede ajuda a Angola para travar crise política

Assine nossa Newsletter