Rússia quer construir fábrica de vacinas em Angola - Plataforma Media

Rússia quer construir fábrica de vacinas em Angola

O Governo da Rússia submeteu ao Governo angolano uma proposta para a construção de um laboratório para o fabrico de vacinas, anunciou ontem, em Luanda, o embaixador daquele país europeu em Angola.

Vladimir Tararov falava à Televisão Pública de Angola na recepção de 18,5 toneladas de produtos hospitalares, entre os quais mais de 5.000 doses de testes RT-PCR para a Covid-19, doados pela Rússia, que chegaram, ontem, ao país.

Segundo o embaixador russo, a proposta sublinha, igualmente, a disponibilidade para o envio de vacinas ao país, com abertura para a construção de uma fábrica para a produção de vacinas, inclusive contra a Covid-19.

“Mas isso depende mesmo só do desejo e da disponibilidade, antes de tudo, do Governo de Angola”, disse Vladimir Tararov, sublinhando que os produtos doados são “uma ajuda do povo russo para o povo angolano”.

De acordo com o diplomata russo, este é um acto simbólico de ajuda humanitária e demonstração das ligações históricas entre os dois países, “porque os amigos não podem deixar os amigos numa Situação de Calamidade”.

Leia mais em Jornal de Angola

Artigos relacionados
MundoPolítica

OMS diz que 172 países querem universalização da vacina contra a Covid-19

MundoSociedade

Rússia pronta para vender primeiro medicamento contra a covid-19 em farmácias

BrasilSociedade

Vacina russa será testada em 10.000 brasileiros

MundoSociedade

Primeiro lote da polémica vacina russa já está em produção

Assine nossa Newsletter