Depois de apanhar dinheiro na cueca do senador, Polícia Federal faz novas buscas a políticos - Plataforma Media

Depois de apanhar dinheiro na cueca do senador, Polícia Federal faz novas buscas a políticos

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira, 16, a segunda fase da Operação Godfather, que apura supostas fraudes de mais de R$ 14 milhões em contratos da Secretaria de Saúde de Roraima entre agosto de 2017 e abril de 2019

Entre os alvos da ofensiva está o ex-deputado Abel Mesquita Jr., presidente do DEM no Estado – mesmo partido do senador Chico Rodrigues que foi flagrado com dinheiro na cueca pela Polícia Federal na quarta-feira, dia 14. O ex-parlamentar está sob suspeita de “exercer ingerências” na Secretaria de Saúde “condicionando pagamentos que deveriam ser feitos pelo órgão à empresa do esquema ao recebimento de propinas”.

Agentes cumprem quatro mandados de busca e apreensão em Boa Vista. As ordens foram expedidas pela 4ª Vara Federal de Roraima. Segundo a PF, um procurador do Estado que receberia valores do esquema também é alvo das medidas.

“As investigações indicaram propinas seriam distribuídas para viabilizar os pagamentos de faturas, permitir a renovação de contratos e garantir o atesto fraudulento de recebimento de refeições destinadas aos hospitais da rede pública”, explicou a PF em nota.

Leia mais em ISTOÉ

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Artista negro morre baleado por polícia em São Paulo

BrasilPolítica

Polícia Federal investiga dois mil milhões em compras suspeitas por governadores durante pandemia

BrasilPolítica

Bolsonaro obrigado a prestar depoimento pessoal sobre interferência na Polícia Federal

BrasilPolítica

Advogados de Lula e ex-advogado de Bolsonaro visados em operação da Polícia Federal

Assine nossa Newsletter