Moro critica ataques à Lava Jato e Bolsonaro diz ter hoje um ministro 'muito melhor' na Justiça - Plataforma Media

Moro critica ataques à Lava Jato e Bolsonaro diz ter hoje um ministro ‘muito melhor’ na Justiça

Horas depois de Jair Bolsonaro ter afirmado que a Lava Jato acabou, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse que tentativas de interromper a operação “representam a volta da corrupção”.

“As tentativas de acabar com a Lava Jato representam a volta da corrupção. É o triunfo da velha política e dos esquemas que destroem o Brasil e fragilizam a economia e a democracia. Esse filme é conhecido. Valerá a pena se transformar em uma criatura do pântano pelo poder?”, escreveu nas redes sociais o ex-ministro, que, enquanto juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba,​ proferiu algumas das decisões mais conhecidas da operação.

Moro, que deixou o governo rompido com Bolsonaro, acusando-o de tentar interferir na independência da Polícia Federal, respondeu a uma declaração feita pelo presidente na quarta-feira.

Em uma cerimônia sobre medidas de desburocratização do setor aéreo, Bolsonaro disse que a Lava Jato acabou porque, segundo ele, “não tem mais corrupção no governo”.

“Eu desconheço lobby para criar dificuldade e vender facilidade, não existe. É um orgulho, uma satisfação que eu tenho dizer a essa imprensa maravilhosa nossa que eu não quero acabar com a Lava Jato. Eu acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo. Eu sei que isso não é virtude, é obrigação”, afirmou Bolsonaro.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter